content long 21-August-2019 11:09:38

Winners - Portugal

10 - 12 years old - Saturn's rings, with three of Saturn's moons: Tethys, Enceladus, and Mimas

Authors:

Tomás de Magalhães Cardoso Moura

Se eu fosse um Cientista da Cassini, escolheria o Projeto nº1 “Os anéis de Saturno, com três luas: Tétis, Enceladus e Mimas” para ser objeto de observação pela sonda. Escolheria mais especificamente, tendo em conta as recentes descobertas, a observação do anel mais exterior de Saturno e a sua lua Enceladus. Com esta observação da Cassini, um dos objetivos seria determinar a idade dos anéis de Saturno, pois até hoje só foi possível determinar a sua composição, e a sua relação, com as luas daquele planeta. Outro objetivo, seria determinar a composição daquelas luas e a eventual possibilidade existirem condições que permitam presença de formas de vida. A respostas a estas questões permitirão descobrir um pouco mais sobre o nosso sistema solar. De acordo com os dados que têm vindo a ser recolhidos pela Cassini e analisados pelos cientistas, foi possível determinar que fazem parte da constituição do anel mais exterior (Anel E) de Saturno partículas de gelo e outros detritos, com a mesma constituição dos existentes em Enceladus. Alguns cientistas, têm defendido que estas partículas resultam da atividade geológica daquela Lua, que expele para o espaço as partículas de gelo e os outros detritos. De acordo com os mesmos cientistas, é, no entanto, ainda difícil de explicar como é que esta Lua, tendo um tamanho reduzido, produz energia suficiente para esse tipo de atividade, bem como para a transferência desse material para os anéis. No que respeita à constituição das Luas, mais do que a superfície da sua crosta, é a constituição do seu interior que tem levantado mais questões. A lua Enceladus foi descoberta por William Herschel, em 1789, e, como já referido, é essencialmente composta por gelo e pequenos fragmentos de rocha. A grande questão que tem vindo a ser recentemente levantada pela comunidade científica está relacionada com o interior da crosta da Enceladus. Com efeito, e de acordo com as informações recolhidas, existe um gigantesco oceano com atividade hidrotermal, semelhante aquela que existe nos oceanos existentes na Terra. Há cientistas que têm vindo a defender que esta atividade hidrotermal é muito semelhante à que acreditam ter estado na origem da existência de vida no planeta Terra. A existência de atmosfera (com a presença de alguns gases existentes na atmosfera terrestre) associada à referida atividade hidrotermal poderiam constituir um ambiente favorável à existência de formas de vida. Tendo em consideração o acima referido, esta investigação da Cassini poderá trazer mais benefícios científicos e permitirá responder a uma das questões mais estudadas pela comunidade científica (relativamente à qual tenho uma grande curiosidade) - a de saber se existe no nosso Sistema Solar, ou noutros, planetas com condições de habilitabilidade semelhantes à terra, que possam ter desenvolvido formas de vida. Fontes: - Site da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (Prisma) - Astronomia on-line, Centro Ciência Viva do Algarve - Popular Mecanics report (disponível on-line) - Site de Califórnia Institute of Technology - Site da Science Magazine


Last Update: 20 May 2016

For further information please contact: SciTech.editorial@esa.int

Related Articles